CEO de exchange diz que a volatilidade atual das criptomoedas persistirá por 18 meses

Arthur Hayes, CEO da Bitmex, uma das maiores exchanges do mercado, reviu sua previsão na qual proclamava que o preço do Bitcoin iria atingir até US$50 mil ainda no final de 2018. Segundo Hayes, os volumes de negociação de criptomoedas despencaram ao longo do ano e “fixaram” o preço nesta baixa volatilidade que tem sido observada, com o preço do BTC girando em torno de US$6 a US$7 mil.

Para Hayes, essa tendência pode se perpetuar ainda mais. “Acreditamos que os volumes de negociação podem cair ainda mais de onde estão agora”, disse ele ao Yahoo Finance, destacando, no entanto, que no longo prazo, as coisas podem melhorar com o preço do Bitcoin atingindo novos recordes, mas, desta vez, o CEO da não quis colocar um “prazo” para as novas previsões.

“Minha opinião é que o ambiente de volatilidade que existe no momento poderia persistir por mais 12 a 18 meses, ‘nivelando’ o BTC. Faço esta observação baseado na minha experiência. Comecei a negociar Bitcoin em 2013, quando o preço passou de US$250 para US$1.300. E então 2014-2015 foi uma espécie de mercado de urso nuclear. Preço caiu, volume caiu – muito, muito difícil de ganhar dinheiro”, disse Hayes para explicar sua nova análise, acreditando que o momento atual é similar ao testemunhado por ele em 2014 (com o mercado “parado”) e depois em 2017 (alta histórica).

Will Warren, cofundador da exchange de criptomoedas descentralizada 0x , também compartilha da nova análise de Hayes, e destacou ao Yahoo que:

“O mercado está perdendo força agora e, provavelmente, está passando por uma consolidação saudável, mas acredito que a tendência de longo prazo será uma maior adoção de tecnologias ligada ao Bitcoin e similares [criptomoedas].”

Compartilhando a mesma tendência, Jonathan Levi, CEO da startup de blockchain Hacera, afirmou também ao Yahoo que:

“O preço do Bitcoin está, sem dúvida, em um mercado de baixa, mas na aplicação do bitcoin e outros projetos de blockchain estamos de fato em um mercado em alta”, disse Levi. “A maioria dos bancos da União Européia está investindo ativamente em blockchain, e isso tudo originalmente vem do Bitcoin”, finalizou.

Seja o primeiro a compartilhar entre seus amigos

Leia Também

Leave a Reply

avatar
  Subscribe  
Notify of