Artista francês esconde carteira com prêmio em Bitcoin em “caça ao tesouro”

Um grafiteiro francês escondeu US$1.000 em Bitcoin em seu último projeto, conforme mostra a reportagem feita pela Cointelegraph.

Pascal Boyart, que no ano passado incorporou um QR code de uma carteira de Bitcoin (BTC) em seu trabalho para ganhar renda passiva, disse que optou pela abordagem de “caça ao tesouro” para celebrar o décimo aniversário do bloco Gênese do Bitcoin em 03 de janeiro.

O Bitcoin está contido em algum lugar em um mural na parede que diz “La liberté guidant le peuple 2019”, algo como “Liberdade guiando as pessoas 2019” em tradução livre, baseado na famosa pintura de Eugene Delacroix como um símbolo da Revolução Francesa.

A localização do mural é um segredo, e qualquer um pode juntar as pistas para encontrá-lo.

“… cabe a você encontrar a parede e a solução para o quebra-cabeça”, escreveu Boyart.

O endereço da carteira do prêmio é público, com o empresário Alistair Milne incentivando os usuários de Bitcoin a doarem para o projeto para aumentar o tamanho do tesouro. No momento da escrita, a carteira continha 0,28492509 BTC (US$1.150).

Boyart é apenas uma das várias figuras do universo artístico que usaram seu trabalho para promover a criptomoeda. Como o Criptomoedas Fácil relatou recentemente, uma das menores obras de artes do mundo foi vendida por BTC usando a Lightning Network em um micro leilão.

A ocasião do aniversário do bloco Gênese entretanto, inspirou outros gestos, um dos quais foi o evento “Proof of Keys” de Trace Mayer. Em dezembro de 2018, Mayer pediu à toda comunidade de Bitcoin que retirasse fundos de carteiras de terceiros em 03 de janeiro, a fim de retomar o controle de suas chaves privadas.

Seja o primeiro a compartilhar entre seus amigos

Leia Também

Leave a Reply

avatar
  Subscribe  
Notify of